ÉTICA DA ADVOCACIA

Paulo Lôbo
Advogado. Doutor em Direito pela USP. Professor Emérito da UFAL.
Ex-Conselheiro do CFOAB e do CNJ

A ética do advogado observa regras próprias, que decorrem da experiência acumulada durante séculos de fixação de condutas profissionais consideradas adequadas, além das peculiaridades do exercício da profissão em cada País. No Brasil, desde a organização da OAB, que recebeu delegação legal para tal fim, os códigos de ética e disciplina da advocacia, cuja última versão foi aprovada em 2015, procuraram ser contemporâneos às concepções gerais dominantes de conduta profissional, estabelecendo os deveres positivos e negativos deontológicos para os advogados.

Download .pdf